4 passos simples para diminuir o MTBF das suas máquinas pneumáticas

Para aumentar o tempo entre manutenção e diminuir o tempo de indisponibilidade de seu sistema pneumático, é necessário que se observe os fundamentos, que se foque no básico.

Já ouviu a expressão: “Faz o feijão com arroz!” ?

Parece treinador de futebol ao falar daquele jogador que faz o básico e não complica a sua vida com mirabolâncias.

 

Sabe qual é o feijão com arroz da manutenção pneumática?

Então vamos lá:

Reduzir o tempo de inatividade e aumentar a produção envolve:

 

sistema pneumatico

 

 

  • Ler os catálogos dos componentes e manuais das máquinas;

 

  • Manter o sistema limpo e seco;

 

  • Manter a lubrificação (quando for o caso);

 

  • Verificar o desempenho do sistema visualmente e anotar impressões.

 

LER OS CATÁLOGOS DOS COMPONENTES E MANUAIS DO SISTEMA PNEUMÁTICO

 

Como os sistemas pneumáticos exigem uma sequência específica de operação que depende de sensores e controles de pressão, uma simples supervisão pode diminuir o tempo de inatividade.

 

Em todas as instâncias, devemos garantir que a operação do sistema permaneça segura.

 

sistema pneumatico

 

Os catálogos e manuais contêm informações importantes sobre a operação, instalação e lubrificação do sistema.

 

Um desenho esquemático do sistema mostra como os componentes funcionam e fornece as localizações dos pontos de teste de pressão, regulagem e configurações do regulador de pressão, velocidades do motor de ar e a lista de peças.

 

Os manuais podem incluir atualizações, listas de problemas comuns e informações sobre solução de problemas.

 

O cronograma de manutenção inclui informações cruciais sobre tarefas das manutenções diárias, mensais, semestrais e anuais.

 

MANTER O AR COMPRIMIDO LIMPO E SECO

 

Muitos problemas de serviço começam com a qualidade do ar que flui através do sistema e também fora do sistema através do escape.

Contaminantes que fluem para o sistema causarão desgaste por fadiga e desgaste abrasivo nos componentes do sistema.

A manutenção preventiva envolve a troca de filtros e a confirmação de que o ar limpo, seco e livre de óleo flui pelo sistema.

 

Lubrifil

 

Embora alguns manuais aconselhem drenar diariamente o filtro da linha de ar, outras programações de manutenção prescrevem drenar o filtro uma vez por semana e inspecionar mensalmente o dreno.

Os drenos automáticos permitem que os drenos – purgadores – e os filtros mantenham-se secos.

Seu funcionamento mecânico ativa a purga quando a boia se encontrar saturada – não é necessário a ação humana.

Caso queira saber mais, faça contato através aqui

A programação de manutenção pode recomendar a limpeza do filtro de entrada de ar a cada seis meses e a substituição do elemento filtrante uma vez por ano.

 

LUBRIFICAÇÃO DO SISTEMA PNEUMÁTICO

 

Lubrificar o sistema de acordo com um cronograma de manutenção e usar o óleo correto maximizará a vida útil e o desempenho do sistema.

As aplicações podem exigir óleos leves para algumas aplicações ou óleos de alta viscosidade para outros.

Podem ainda pedir a isenção de óleo.

A falta de lubrificação ou o uso de um lubrificante inadequado fará com que um atuador diminua a velocidade de avanço de um cilindro pneumático e fazer com que ele superaqueça.

 

manometro sistema pneumatico

 

Com sobreaquecimento repetido, um rolamento pode ficar preso e causar um erro na operação, ou um pistão pode quebrar e danificar o cilindro.

 

VERIFIQUE O DESEMPENHO DO SISTEMA PNEUMÁTICO

 

Uma inspeção visual inclui os filtros e garante que as linhas permaneçam livres de umidade, sujeira e óleo.

A lista de verificação visual deve verificar a operação das válvulas de segurança e alívio de pressão, bem como a condição das conexões e mangueiras.

 

pneumatico sistema

 

As conexões devem ter um ajuste apertado, evitando vazamentos.

Ao verificar se há peças danificadas ou soltas nas ferramentas, certifique-se de que os dispositivos de segurança permaneçam no lugar.

Todos os controles manuais devem se mover livremente e todos os componentes móveis dentro do sistema devem se alinhar e ter movimento suave.

A pressão do sistema deve permanecer dentro dos parâmetros especificados pelo fabricante, para isso faz fundamental o uso do regulador de pressão adequado.

Os sistemas pneumáticos controlam a pressão após o compressor para segurança e depois do tanque de ar para uma pressão consistente.

Em caso de baixa pressão pode ser que haja vazamentos no sistema e, consequente desempenho lento da ferramenta, enquanto a pressão acima do normal pode danificar os componentes e causar problemas de segurança, como a quebra de um disco de esmerilhadeira, por exemplo.

 

TOME NOTA DAS ALTERAÇÕES ENCONTRADAS

 

Mantenha notas precisas sobre o desempenho do sistema, registre as alterações ocorridas e liste os problemas.

Suas anotações devem descrever como o sistema opera, em que ponto do ciclo o problema ocorreu e se o problema ocorreu repentina ou gradualmente.

Todas essas informações ajudarão seus próximos esforços de solução de problemas.